inspira-tech - Mytella

Do sururu nada se perde tudo se transforma: a carne se come a casca se transforma

Vivemos num momento em que a degradação do ecossistema manguezal é grande em toda costa brasileira. Em Recife, não é diferente, a degradação do nosso mangue é muito grande ao longo de décadas. A nossa escola está localizada na comunidade denominada Brasília Teimosa, em Recife-PE. Ela fica às margens da bacia do Pina a qual se constitui pela confluência dos rios: Capibaribe,Tejipió, Jordão e Pina . A comunidade tem como principais atividades econômicas: a pesca e a coleta de sururu e mariscos, a mariscagem. A Escola Técnica João Bezerra oferece os cursos de gastronomia e processamento de alimentos os quais impulsionou a criação e desenvolvimento do projeto “do sururu nada se perde tudo se transforma: a carne se come e a casca se transforma”. Esse projeto objetiva: identificar o ambiente natural onde é coletado o sururu, conhecendo a cadeia produtiva e os problemas ambientais desse processo produtivo. Observarmos que o maior problema estava no final da cadeia produtiva, no debulhamento, uma vez que a carne era vendida e a casca descartada de forma incorreta, ou seja, degradando o solo da margem da bacia do Pina. Esse descarte incorreto gera problemas no meio ambiente, como: 1- Os resíduos orgânicos ainda presentes nas cascas propiciam um ambiente conveniente para reprodução de vetores causadores de diversas doenças, dentre as quais destacamos: proliferação de macro e microvetores (baratas/ratos/Aedes aegypti, etc.); 2 - o soterramento das cascas nas margens da Bacia do Pina, deixando o solo endurecido não permitindo o desenvolvimento da vegetação de manguezal e da meio fauna; 3 - a casca também vai parar nos aterros sanitários. Assim, a partir de observações e leituras bibliográficas, entendemos que resíduos sólidos não é lixo e que podemos torná-los rentáveis. Dessa forma, transformamos no laboratório da escola a casca do sururu em placas de gesso 3D. Assim, fomos além do que um prato muito consumido na gastronomia nordestina. A nossa ideia é sustentável, pois trabalhamos com as ODS 12 – Assegurando padrões de produção e de consumo sustentável, ODS 14 – Conservação e uso sustentável dos oceanos, marés e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável e o ODS15 – Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres,...e deter a perda da biodiversidade. Assim, inovamos tecnologicamente o nosso produto que passa a ter um valor agregado: a casca descartada de forma incorreta, que era um problema, agora passa a ser solução.

Palavras-chave: Inovação tecnológica, sustentabilidade, cadeia produtiva.

ConstruTech (construção)

Recife, PE

5 Membros

Certificado


Informações gerais

Estágio: Ideação

Modelo de negócios: B2B

Tipo de produto: Produto físico sem tecnologia embarcada (Vestuário, Alimentício, etc)

Monetização: Venda direta única

Membros

ALANNY CLARA TENORIO DOS SANTOS

Membro

ISMÊNIA BEATRIZ NUNES SILVA

Membro

MARCOS WESLEY DE LIMA RODRIGUES

Membro

MARLLEY SANTIAGO RAMOS DA SILVA

Membro

RISONEIDE NUNES DE MORAIS

Professor